Blog das Receitas Diversas da comunidade
MÁQUINA DE FAZER PÃO & CIA. , que existia no antigo orkut.
Reunimos aqui, todas as receitas que estavam por lá.
E a partir de agora, colocaremos também, as receitas dos nossos arquivos pessoais.
Todas testadas e aprovadas!


sexta-feira, 21 de maio de 2010

Chiffon Cake de Limão

                                                    Colaboração de Mania Caseira





Há quase 13 anos tenho uma fôrma trazida por minha irmã dos EUA...é uma forma redonda, alta e com o cone do meio solto. Durante alguns anos tentamos fazer bolo nela sem sucesso, pois a massa sempre vazava por baixo sujando todo o forno. Este ano minha irmã me trouxe a fôrma dela perguntando se tinha alguma utilidade para mim, caso contrário era para jogar fora. Apesar de nunca ter conseguido assar um bolo nela, fiquei com pena de jogar fora e guardei...com isso ao invés de 1 fôrma encalhada, agora eram duas.Visito diariamente muitos blogs de culinária...nessa 6ª feira ao visitar um deles, me surpreendi com uma foto de uma fôrma de cabeça para baixo e com o título de Chiffon Cake. Na mesma hora me deu um clic!!! Finalmente havia descoberto a utilidade da fôrma. Mas uma coisa interessante me chamou a atenção na foto, a fôrma estava de cabeça para baixo apoiada em outro cone. Como minha irmã não entendia muito de cozinha e não falava nada de inglês, com certeza deixou esta parte da fôrma na prateleira do supermercado achando que era de outra fôrma.
Esse bolo é um primo rico do Pão de Ló. Sua textura, sabor e leveza são inigualáveis. A fôrma é desenhada especialmente para este tipo de bolo. Existem duas razões para isso:

*Não podemos, em hipótese alguma, untar as fôrmas. Elas devem estar muito limpas e isentas de qualquer traço de gordura...com isso, a massa se adere à parede da forma criando uma espécie de degrau para que o bolo cresça reto e uniforme. O Chiffon Cake precisa "grudar na fôrma", por isso, o fundo é solto para podermos desenformar com facilidade.
* Se os bolos esfriarem na posição normal, o seu próprio peso vai fazer com que o volume final diminua consideravelmente. Desta forma, os bolos são virados ao saírem do forno e permanecem assim por pelo menos uma hora. Se a forma estivesse untada, o bolo se desprenderia e cairia.
Depois dessa pequena história, vamos ao que interessa...a receita!!!



















Ingredientes:




160g de farinha de trigo ( +/- 1 xic rasa)
40g de amido de milho (+/- ¼ xic)
10g de fermento em pó (1 colher de sopa bem rasa)
110g de gema (5 unds)
100g de açúcar(+/- ½ xic )
100ml de óleo
100ml de suco de limão
40ml de água
Raspas de 1 limão (coloquei raspas de 2 limões)
330g de clara (+/- 11 unds de ovos de tamanho médio ou 9unds de ovos grandes)
1 colher (café) de sal
1 colher (chá) de cremor tártaro
140g de açúcar (+/- ¾ xíc )

Modo de Preparo:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Peneire a farinha + amido de milho + fermento em pó. Reserve.
Bata na batedeira as gemas com 80g de açúcar até ficar um creme branco e leve. Acrescente o óleo aos poucos e bata até homogeneizar bem. Adicione o suco de limão + água + as raspas de limão. Misture bem. Em seguida coloque os ingredientes secos peneirados e bata por 1 minuto.
Em outra tigela, bata as claras com o sal + o cremor tártaro até que comecem a montar e só então acrescente o restante do açúcar (140g) aos poucos. Bata até formar picos firmes. Desligue a batedeira e incorpore delicadamente a mistura de gemas com auxílio de um batedor manual.
Coloque a massa na fôrma (que deve estar limpa, seca e sem untar ou polvilhar farinha) e puxe um pouco da massa para as paredes da fôrma.

Leve para assar por +/- 50min (dependendo do forno).
Obs: se seu forno tiver grades removíveis, retira a de cima e asse o bolo na grade do meio, pois o bolo irá crescer.
Depois de assado, retire do forno e vire a fôrma de cabeça para baixo deixando assim até que o bolo esfrie totalmente. Depois de frio, passe uma faca para soltar as bordas, retire o bolo da fôrma puxando pelo o cone e depois solte o bolo no fundo passando uma faca.  

Pastel de milho



                                        Colaboração de Nathalia




Eu como boa mineira que sou (apesar de morar no rio), vou passar pra vcs a receita do nosso MARAVILHOSO Pastel de Milho....




500 gramas de farinha de milho (aquela farinha amarela, em flocos) em minas nos encontramos em qqer mercadinho...
250 gramas de polvilho azedo
1 ovo
1 copo de leite em temperatura ambiente
agua fervente para escaldaar
sal
oleo para fritar

RECHEIO


Carne moida refogada a gosto

MODO DO PREPARO

Em um recipiente grande coloque a farinha e o polvilho, misture

bem. Acrescente o sal, aproximadamente uma colher de sopa e

misture. Vá colocando a água fervente aos poucos e mexendo com

uma colher, faça isso até que a massa comece a amolecer.

Espere esfriar um pouco, coloque o ovo e o leite e vá misturando

com a mão. Só o leite não será suficiente para dar o ponto da

massa, será necessário completar com água. Vá colocando água em

temperatura ambiente e sovando a massa, até que ela fique lisinha

e não muito mole.

Atenção: para testar se a massa está boa, pegue um pedacinho

dela, estique e dobre ao meio, se ela não quebrar já está no

ponto, caso ele quebre, é necessário mais um pouco de água e

sovar mais.

Depois da massa pronta, basta esticar a massa, colocar o recheio

desejado, fechar os pastéis e fritar.

procura algo em especial? pesquise aqui...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails